(11) 4116-1047

(11) 99115-7707

R. Fernando de Albuquerque 31 - cj. 42

atendimento@metodosweb.com.br

O COMPROMETIMENTO DE TODOS COM O LUCRO DA EMPRESA E O PONTO DE EQUILÍBRIO .

Consultoria Empresarial e Gestão  

….”falar em lucro é focar atenção das pessoas, na razão básica da existência do negócio”….deixar se falar poderá se tornar uma irresponsabilidade fatal por não conscientizar as pessoas”….

Essa necessidade conscientização e reflexão sobre o LUCRO, como parte normal do processo na vida de qualquer negócio, seja indústria, comércio ou serviço, nos conduz a uma postura de reflexões obrigatórias necessárias à própria sobrevivência.

QUAIS AS REFLEXÕES QUE DEVEM SER FEITAS PELOS COLABORADORES EM RELAÇÃO AO LUCRO DA EMPRESA ?

….”o lucro é problema do patrão”….”isso é com eles lá em cima”,,,,,”nós estamos no operacional, isso é coisa de gerente”……

Se antigamente os colaboradores dos níveis operacionais podiam se dar ao desfrute de dizer tais palavras, hoje, com maior abertura dos processos gerenciais e consequente participação, seriam considerados alienados e estariam também integrando o time “negativo” daqueles que não fazem falta ao negócio ![

COMO ESTÁ O COMPROMETIMENTO DE CADA UM COM O LUCRO DA EMPRESA ?

…o lucro é uma luta dos dirigentes apenas ? …..os gerentes se envolvem ?…..os demais níveis de liderança estão envolvidos ? os colaboradores sabem que o lucro é importante e estão comprometidos ?

Atualmente, todos os colaboradores tem o compromisso de no seu setor, seja de que tamanho for, agir de forma positiva e proativa, evitando gerar custos inúteis e adicionais aos processos. É tempo de todos unirem seus esforços para o sucesso do negócio, da empresa em que atuam.

…alguns já atuam preocupados com a busca do lucro, outros não estão nem aí ainda……

É necessário que todos os colaboradores unam seus esforços na busca do lucro, para QUE A EMPRESA tenha sucesso e possa continuar fazendo também seu papel social na comunidade inserida, de gerar empregos e renda.   Se cada colaborar estiver puxando para um lado diferente, olhando para seu próprio umbigo, as coisas poderão ficar críticas para a empresa e por tabela, para eles também, que poderão ficar sem os empregos.  É questão de conscientização.

COMO CADA UM TEM QUE SE PREOCUPAR COM OS RESULTADOS NO FINAL DO MÊS ?

…o funcionário só se preocupa com seu salário…se vier tá bom..o patrão é que tem dor de cabeça…se não tiver dinheiro no banco, fica maluco…..

Nos dias atuais, os colaboradores devem ficar antenados no dia a dia da empresa, visando obter um resultado positivo no final do mês, que irá favorecer a todos que nela trabalham.  Não é mais o caso do barco com furo, que uns não ajudam a tirar a água, porque acham que o furo é no lado dos demais colegas….Ele pode afundar e todos terem uma perda maior.

SE A EMPRESA NÃO VENDER O VOLUME PLANEJADO, O QUE ACONTECE ? O LUCRO ESTÁ GARANTIDO ?

Os volumes planejados é que poderão garantir a saúde financeira e os lucros do negócio. SE a empresa não vender o que planejou, terá que recorrer a bancos para buscar capital de giro, que terá um custo adicional e com isso solapar os lucros finais do período.

Não é mais função apenas do PCP (Planejamento e Controle da Produção) ou Planejadores da Gestão, atingir os volumes planejados, já que isto é feito baseando-se na Margem de Contribuição de cada item que a empresa vende.   Se não atingir os volumes de vendas necessários, as coisas poderão sair de controle, os prejuízos chegarão e colaboradores serão demitidos.

O QUE É O PONTO DE EQUILÍBRIO ?

Quando R= D (Receitas = Despesas), temos o Ponto de Equilíbrio. A partir do momento em que as Receitas forem maior que as Despesas, teremos LUCRO.  Ou PREJUÍZO, se as Despesas forem maior que as Receitas.

Mesmo que os colaboradores operacionais não tenham noção do que é Ponto de Equilíbrio Empresarial, eles sabem que no orçamento doméstico, se gastar mais do que ganham, irá faltar dinheiro no final do mês e terão dificuldades financeiras.  Esse conceito poderá ser usado em analogia com a empresa, onde cada item perdido, cada retrabalho, cada perda contribuem para reduzir o LUCRO FINAL da empresa, no período, seja semana, mês, ano.

Assista nosso vídeo “Entendendo melhor o Ponto de Equilíbrio” e saiba como apurar o Custo Fixo, Custo Variável, Margem de Contribuição e o próprio Ponto de Equilíbrio”

Autor : Eng.Arnaldo de Oliveira, mestrado em Eng.Civil e professor universitário, com co-autoria, Prof.João Mariano de Almeida, adm.empresas, pós RH, mestrando em Gestão de Negócios, atua  desde 1981 em Projetos de Melhorias de Resultados (Marketing/Vendas, Organização Geral, RH, Redução dos Custos de Processos, Formação de Lideranças e Motivação),  com boa vivência em Projetos de Melhorias de Resultados, consultor da Métodos Consultoria Empresarial.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top