(11) 4116-1047

(11) 99115-7707

R. Fernando de Albuquerque 31 - cj. 42

atendimento@metodosweb.com.br

A Importância de se Conhecer o Ponto de Equilíbrio

Consultoria Empresarial e Gestão  

O Que é o Ponto de Equilíbrio ?   Por Que é Tão Importante para todos os Negócios ?

São questionamentos importantes para serem feitos por todos os donos de negócios, sejam  varejos diversos, serviços, indústrias, organizações sociais diversas, como ONG´s e outras. Todas precisam conhecer seu Ponto de Equilíbrio, também chamado de “break-even-point”, ponto crítico ou de ruptura na linguagem contábil e financeira nas empresa.  Ao se atingir o Ponto de Equilíbrio que a empresa passa a faturar o suficiente para pagar suas despesas, embora ainda sem lucro.  Se produzir ou vender abaixo desse ponto, terá prejuízo.

O conceito Ponto de Equilíbrio está relacionado à Contabilidade, Economia e Administração, como um indicador de risco operacional dos negócios, que mostra a margem de segurança existente nas movimentações comerciais dos mesmos, comparando com as vendas ou produção.

Em linguagem simplificada,  quando a R=D (Receita é igual à Despesa), temos o Ponto de Equilíbrio, ponto mínimo de faturamento (nivelamento) para que a empresa não tenha lucro ou prejuízo.

Para chegar ao Ponto de Equilíbrio é preciso conhecer os CUSTOS FIXOS, VARIÁVEIS E A MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO.

  • CF (CUSTOS FIXOS), são todos os custos na empresa que não estão relacionados diretamente com a produção ou vendas. Ex: escritório, aluguel, impostos prediais, depreciações, vigilância, seguros, estrutura que dá suporte.  É Fixo porque são repetitivos.
  • CV (CUSTOS VARIÁVEIS), são aqueles diretamente ligados a uma produção (comprar matéria prima, manutenção de equipamentos…..).  São todos os custos que aumentam conforme aumenta a produção ou aumentam as vendas.  Exemplo: comissões e impostos sobre as vendas.
  • MC (MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO), pode ser entendida como o Ganho Bruto sobre as vendas, ou Lucro Bruto, que é o quanto sobra ao empresário, do valor vendido, para pagar suas despesas fixas e ainda ter algum lucro.

A partir do Ponto de Equilíbrio a empresa começa a ter lucro, desde que sua Margem de Contribuição seja positiva.  A MC ou margem de contribuição é o valor que sobra quando se vende um produto e se pagam todos seus custos. Exemplo, vendeu por 100 e custou 45,00, sua MC vai ser 55,00 ou 0,55. Ou Valor total das vendas – (despesas variáveis totais + custo variável total).   É considerado o  valor que cada unidade produzida  contribui para quitar os Custos Fixos,  daí o nome contribuição. Pode ser calculado por unidade ou total.

EXEMPLO: CONSIDERANDO AS SEGUINTES INFORMAÇÕES:

– Receita: r$1.250.000,00

– Lucro  : r$19.000,00

– Margem de Lucro : 1,52%

– CF: 97.000,00 ou 7,76% (97/1250)

– MC: 0,0928 (Cálculo : 1.250.000 – 1.134.000 = 116.000 / 1.250.000): 9,28% ou 0,0928)

– Cv: 1.134.000,00 (90,72% ou 1134/1250)

– CMV (custo mercadoria vendida): pode ser 100% variável.

PE: 1.045.258,60 (Cálculo: 1.250-1134=116/1250=0,0928 e 97.000/0,0928=1.045.258,60)

PODEMOS TER  OS SEGUINTES RESULTADOS : 

– aumento da receita para r$1.580.000,00

– CF: permanecendo: 97.000,00, ele vai cair para 6,14% ( 97.000/1.580.000)

– CV: r$1.433.000,00 (90,70% ou 1433/1580)

– MC: 0,0930 (Cálculo: 1.580.000 – 1.433.000 = 147.000/1.580.000 = 9,30% ou 0,0930)

– Lucro  : 3,16%. Ou r$50.000,00 (50/1.580)

PE:  1.043.010,70  (Cálculo: 1.580-1.433=147/1580=0,0930 (97.000 / 0,0930=1.043.010,70)

Como política comercial temporária, posso vender sem lucro individual no produto, mas visando melhorar meu resultado por trazer receita,  melhorar meu CF (custo fixo) e % de Lucro.

O fato é que para ter resultados precisamos saber nosso Ponto de Equilíbrio, qual o faturamento mínimo que preciso, que quantidade preciso vender para saber onde começo a ter lucro ou onde começa meu prejuízo.

Abaixo, um exemplo de cálculo do ponto de equilíbrio:

Vendas Totais  r$450,00

CV-Totais : r$ 315,00

% MC (margem de contribuição) : r$135,00 ou 30% (0,3)

Total dos Custos e Despesas Fixas : r$67,50

PE : (Custos e Despesas fixas / % MC)

PE :  67,50 / 0,3 : r$ 225,00

Exemplificando  com duas Empresas A, B:  

No caso da Empresa A, cujo Ponto de Equilíbrio é r$50.000,00,  tem CF de 20.000,00, com 180 produtos achará seu PE.

No caso da Empresa B, cujo Ponto de Equilíbrio é r$75.000,00, tem  CF de 30.000,00, com 225 produtos achará seu PE.

Ou seja, a empresa B é 25% menos eficiente que a Empresa A.  (225/180 – 1.x100)

E a Empresa A consegue seu Ponto de Equilíbrio com menor esforço, exemplo,  no 15º dia útil do mês. (180/15:12 produtos/dia).   Enquanto a Empresa B, só consegue no 25º dia útil do mês, exigindo maior esforço e sobrando menor tempo para corrigir a situação. (225/25:09 produtos/dia). (12-9=3/12=25%).

O Ponto de Equilíbrio ajuda a medir a velocidade com que a empresa consegue atingir sua lucratividade.   Ele poderá ser calculado por unidades e também por faturamento.  Nosso LINK acima permite acessar nosso site e aprofundar no tema.

A MC (margem de contribuição) ou MC=R-CV é o que sobra para pagar meus CF (custos fixos) da estrutura a empresa.

Faça Simulações do Ponto de Equilíbrio acessando nossos Simuladores Estratégicos.

Autor: Prof.João Mariano de Almeida, administrador de empresas, com pós em RH e mestrando em Gestão de Negócios, atuando desde 1981, em T&D (para formar e reciclar lideranças) e produtividade pessoal (redução dos ciclos das atividades).  Também desenvolve Projetos de Melhorias dos Resultados (PMR),focando marketing-vendas, compras-estoques, produtividade-processos, redução de custos-desperdícios, nas empresas familiares. Em RH, forma multiplicadores nos processos de  avaliar desempenho-rever funções-atividades-responsabilidades-autonomia. É autor do kit de áudiolivros “As 10 Dicas para o Sucesso da Empresa Familiar”  e consultor da Métodos Consultoria Empresarial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top