(11) 4116-1047

(11) 99115-7707

R. Fernando de Albuquerque 31 - cj. 42

atendimento@metodosweb.com.br

A Liderança Servidora, Modelo “O Monge e o Executivo”

Dicas e aperfeiçoamento  

Liderança Servidora

Nos projetos de consultoria empresarial, existe uma preocupação grande com a evolução do perfil das lideranças da empresa cliente e os consultores empresariais, focam atitudes, comportamentos e capacitação na criação e uso dos indicadores de resultados do negócio, tornando os gestores pessoas de ações e decisões.

O Que É Exatamente Uma Liderança Servidora ?

Um líder eficaz é aquele que desenvolve as habilidades e as qualidades morais que o capacitam a inspirar e influenciar um grupo de pessoas.

Ser SERVIDOR significa, acima de tudo,  identificar e atender as necessidades legítimas dos demais. Não se trata de ser um escravo e fazer tudo o que os outros quiserem, mas de fazer aquilo que as pessoas realmente precisam. É ter respeito e apreço pelas pessoas, prestar atenção ao que dizem, mostrar que podem contar com você.  É abraçar os outros, quando necessitarem de um abraço e repreendê-los quando precisarem disso. A liderança é uma questão de gostar das pessoas de verdade, identificando e satisfazendo suas necessidades legítimas. O teste definitivo da liderança é saber se depois de algum tempo sob o comando de um líder, as pessoas saem da experiência melhores do que eram antes.

O líder à moda antiga, que dita ordens, está rapidamente se tornando uma figura obsoleta, um dinossauro. Os líderes que não estiverem atentos a isso, que não se dispuserem a mudar, amadurecer e se atualizar com as mudanças em curso no mundo todo, estarão se prejudicando e podem estar, igualmente, pondo em risco suas empresas.

Exercer influência sobre os outros, que é a verdadeira liderança, é possível para todos, mas requer uma enorme doação pessoal. É fato que a maioria dos cargos de liderança assuste as pessoas por causa do grande esforço necessário.

Diferença Entre Gerência E Liderança

Gerência não é algo que você faça para os outros. Você gerencia seu inventário, seu talão de cheques, seus recursos e até a si mesmo. Mas você não gerencia seres humanos. Você gerencia coisas e lidera pessoas.

Liderança é a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente visando atingir os objetivos identificados como sendo para o bem comum.  Essa habilidade pode ser aprendida e desenvolvida por alguém que tenha o desejo e pratique as ações adequadas. Uma segunda habilidade chave é influênciaSe liderar é influenciar os outros, como desenvolver essa influência ? Como levar as pessoas a fazer o que desejamos ? Como receber suas ideias, confiança, criatividade e excelência, que são, por definição, dons voluntários ?

A Diferença Entre Poder E Autoridade

Poder é a faculdade de forçar ou coagir alguém a fazer sua vontade, por causa de sua posição ou força, mesmo que a pessoa preferisse não o fazer. O mundo está cheio disso. “Faça isso ou despedirei você”…”faça isso ou bateremos em você”….”faça isso senão….”…

Autoridade é a habilidade de levar as pessoas a fazerem de boa vontade o que você quer por causa de sua influência pessoal.  É levar as pessoas a fazerem de boa vontade o que você deseja porque você pediu que fizessem. “Vou fazer porque mamãe me pediu”….

Poder é definido como uma faculdade, enquanto autoridade é definida como uma habilidade.

Crianças de 2 anos são mestras em dar ordens a seus pais.  Houve muitos governantes maus e insensatos ao longo da história. Porém estabelecer autoridade sobre pessoas requer um conjunto especial de habilidades. O poder pode ser dado e tomado, como em cargos públicos. A autoridade não pode ser dada ou tomada, porque diz respeito a quem você é como pessoa, a seu caráter e à influência que estabelece sobre as pessoas.

Importância dos Relacionamentos

Ao trabalhar com pessoas e conseguir que as coisas sejam feitas por elas, sempre haverá duas dinâmicas em jogo – a tarefa e o relacionamento. É comum o líder perder o equilíbrio, concentrando-se apenas em uma das dinâmicas em detrimento da outra. Por exemplo, se nos concentrarmos somente em ter a tarefa realizada e não no relacionamento, quais são os sintomas que podem surgir?  Podemos ter transferências, rebeliões, má qualidade de trabalho, baixo compromisso, baixa confiança e outros sintomas indesejados. Agitação, transferências, greves, baixo moral, baixa confiança e baixo compromisso são meros sintomas de um problema de relacionamento, porque as necessidades legítimas dos colaboradores não estão sendo satisfeitas. O ingrediente mais importante no relacionamento é a CONFIANÇA, que é a cola que gruda os relacionamentos.

A Defasagem dos Paradigmas

Paradigmas são modelos ou mapas que usamos para navegar na vida e podem ser valiosos, até salvar vidas quando usados adequadamente. Mas podem se tornar perigosos se os tomamos como verdades absolutas, sem aceitarmos qualquer possibilidade de mudança e deixarmos que eles filtrem as novas informações e as mudanças que acontecem no decorrer da vida. Agarrar-se a paradigmas ultrapassados pode nos deixar paralisados enquanto o mundo passa por nós. É importante que desafiemos continuamente os paradigmas a respeito de nós mesmos, do mundo em torno de nós, de nossas organizações e das outras pessoas. O mundo exterior entra em nossa consciência pelos filtros de nossos paradigmas e eles nem sempre são corretos.

Novas ideias e maneiras de fazer as coisas estarão sempre sendo desafiadas. Desafiar os velhos caminhos requer muito esforço, mas acomodar-se nos paradigmas ultrapassados também.  O mundo está mudando tão rapidamente que podemos ficar paralisados se não desafiarmos nossas crenças e paradigmas..

O Papel do Líder Servidor

O papel do líder não é impor regras e dar ordens aos níveis subordinados. O seu grande papel é servir, remover todos os obstáculos, todos os entraves para que os colaboradores possam prestar um bom serviço a seus clientes, sejam internos ou externos, Remover os obstáculos é servir às pessoas.

Diferença entre Satisfazer Vontades e Satisfazer Necessidades

Tanto as crianças como os adultos precisam de um ambiente com limites, um lugar onde haja padrões estabelecidos e onde as pessoas sejam responsáveis. Elas podem não querer limites e responsabilidades, mas precisam, porque não fazemos favor a ninguém dirigindo lares ou departamentos indisciplinados. O líder nunca deve aceitar a mediocridade porque as pessoas tem necessidade de receber estímulos para se tornarem o melhor que puderem ser. Talvez isto não seja o que querem, mas o líder deve estar sempre mais preocupado com as necessidades do que com as vontades.

Principais Qualidades para O Líder Gostar das Pessoas (Traços de Caráter)

– Paciência, mostrar autocontrole. O líder deve ser exemplo de bom comportamento para crianças, colaboradores, parceiros ou quem quer que esteja liderando. Se o líder gritar ou perder o controle, podem estar certos de que o time também perderá o controle e tenderá a agir de forma irresponsável….

– Bondade…..dar atenção, apreciação e incentivo. A bondade fala da forma como agimos e não como nos sentimos. Dar atenção é uma das mais importantes qualidades de caráter para um líder. E uma das melhores maneiras é ouvindo-as ativamente,que não é simplesmente ficar em silêncio enquanto outra pessoa fala, ouvindo seletivamente, fazendo julgamentos e pensando em maneiras de terminar a conversa ou direcioná-la de modo mais prazeroso para nós. Podemos pensar 4 x mais rápido do que falamos. Por isso há muito ruído interno – conversação interna – acontecendo em nossa cabeça enquanto ouvimos.  A tarefa de ouvir ativamente acontece em nossa cabeça, requer esforço consciente e disciplinado para silenciar toda a conversação interna enquanto ouvimos outro ser humano, uma doação para bloquear o mais possível o ruído interno e de fato entrar no mundo da pessoa pessoa, mesmo que por poucos minutos.

– Humildade. Ser autêntico, sem pretensão, orgulho ou arrogância…..acho que o que queremos de nossos lideres é autenticidade, a habilidade de serem verdadeiros com as pessoas. Ninguém quer líderes inflados de orgulho e fixados em si mesmos. Os líderes arrogantes, que acham que sabem tudo, são um estrago para muitas pessoas. Humildade é pensar menos em si mesmo.Ser humilde é ser real e autêntico com as pessoas e descartar as máscaras falsas.

– Respeito….tratar os outros como pessoas importantes. Os líderes devem escolher se desejam ou não se dedicar àqueles que lideram, ter um interesse especial no sucesso daqueles que lidera, apoiá-los e incentivá-los para que se tornem bem sucedidos.

– Abnegação…satisfazer as necessidades dos outros. Significa satisfazer as necessidades dos outros, mesmo que isso implique sacrificar suas próprias necessidades e vontades, ou deixar para depois as suas.

Outras Qualidades Importantes

– Perdão….não se ressentir quando for enganado. Perdoar não significa desconhecer as coisas ruins que acontecem, nem deixar de lidar com elas à medida que surgem. Devemos portanto, ter um comportamento afirmativo com as pessoas, não um comportamento passivo, de capacho, ou agressivo, que  viole os direitos dos outros. Isto consiste em ser aberto, honesto e direto com as pessoas, mas sempre de maneira respeitosa. Perdoar é lidar de um modo afirmativo com as situações que aparecem e depois desapegar-se de qualquer resquício de ressentimento,para evitar consumir sua energia.

Honestidade…ser livre de engano. Implica esclarecer as expectativas das pessoas, tornando-as responsáveis, dispondo-se a transmitir tanto as más notícias quanto as boas, dando às pessoas um retorno, sendo firmes, previsíveis e justos. Adotar um comportamento isento de enganos e dedicado à verdade a todo custo.

Compromisso…sustentar suas escolhas. Comprometer-se com as obrigações assumidas na vida, envolve o crescimento do indivíduo e do grupo.  Ao pedirmos às pessoas que lideramos que se tornem o melhor que puderem, que se esforcem no sentido de se aperfeiçoarem sempre, devemos também demonstrar que nós como líderes, estaremos igualmente empenhados em crescer e nos tornarmos o melhor que pudermos. Requer compromisso, paixão, investimento nos liderados e clareza por parte do líder a respeito do que ele pretendo conseguir com sua equipe.

Todavia, cabe aos líderes realizarem uma releitura do seu papel, comportamentos e hábitos, para formar lideranças servidoras, mais produtivas e eficazes nos dias atuais, de inegavelmente conturbações políticas e econômicas.

Leia também …

 

(Fonte: O Monge e o Executivo-James C.Hunter e Curso Liderança e Motivação de Pessoas, realizado pelo autor).

Autor : Prof.João Mariano de Almeida, administrador de empresas, com pós em RH e mestrando em Gestão de Negócios, atuando desde 1981, em T&D (para formar e reciclar lideranças), produtividade pessoal (redução dos ciclos das atividades), produtividade empresarial (processos, problemas, decisões) e inteligência de mercado (rever marketing, expandir vendas).

É autor do kit de áudiolivros “As 10 Dicas para o Sucesso da Empresa Familiar”  e consultor da Métodos Consultoria Empresarial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top