(11) 4116-1047

(11) 99115-7707

R. Fernando de Albuquerque 31 - cj. 42

atendimento@metodosweb.com.br

UM BOM PROCESSO DE MUDANÇA PODE AJUDAR SUA EMPRESA

Consultoria Empresarial e Gestão  

Nos projetos de consultoria empresarial, é habitual ouvir de clientes algumas das expressões abaixo referente às possíveis mudanças a serem feitas nos processos, procedimentos, normas, rotinas existentes.

* já tentamos antes e não funcionou….
* aqui é difícil o pessoal aceitar novidades…
* na hora que vocês virarem as costas, as coisas param….
* não tem outro jeito mais fácil…
* dá prá reduzir a papelada um pouco…..
* tem que ser em planilhas mesmo, nós temos sistema….
* esse prazo é muito curto…..

As pessoas tem medo da mudança porque ameaçam sua zona de conforto, trazendo um certo desconforto pela insegurança das alterações que poderão ser feitas e afetar o cargo exercido….”vai por em risco minha posição”….”vou ter que trabalhar mais por causa disso”….e como fica minha autoridade com isso”….

As duas ferramentas fundamentais para um bom processo de mudanças são o DIAGNÓSTICO EMPRESARIAL e o PROJETO DE CONSULTORIA EMPRESARIAL.  No diagnóstico empresarial, são levantadas as informações gerais da empresa em várias áreas, permitindo detectar pontos de melhorias em gestão de finanças, custos, compras, estoques, produção, relatórios e indicadores (kpi´s).    No projeto, após análise do diagnóstico, são feitos os procedimentos corretivos e as implantações recomendadas, permitindo que a empresa corrija seus rumos e retorne aos bons resultados.

Outro ponto importante a considerar nos processos de mudanças são os Tipos de Resistências das pessoas às propostas apresentadas, exigindo cada um deles uma estratégia diferente.

Resistência Técnica….exemplo, migrar de um processo mecânico para um eletrônico, como na troca de máquinas datilográficas para computador…até hoje muitos escritores mais idosos ainda usam máquinas de escrever…A estratégia corretiva mais comum é o treinamento mas deve ser feito com muito cuidado, de forma a conquistar e não assustar com a nova ferramenta, A maneira de modificar o comportamento de quem mostra resistência técnica moderada ou forte é INFORMAÇÃO, EDUCAÇÃO E ENVOLVIMENTO.

Resistência Política.…..quando se associa mudança a perdas, a resistência aumenta…e as pessoas somente aceitarão se duas coisas forem mostradas a elas…Primeiro, tem que haver uma necessidade de mudança…Segundo, é preciso que haja um ganho para o indivíduo afetado pela mudança, o chamado “OQEGCI” (O QUE EU GANHO COM ISTO), para que a pessoa resolva ser apoiadora da mudança. No caso da resistência política, as pessoas podem não ter nenhuma resistência técnica à mudança, apenas acreditam que a solução a ser implementada significa uma perda, real ou imaginária. É preciso fazer alguma coisa com a pessoa para convencê-la dos benefícios que virão….

Resistência Individual.…pode ocorrer quando a zona de segurança da pessoa for afetada ou ela já estiver sobrecarregada com mudanças na vida pessoal no mesmo momento e a pressão de novas mudanças se tornar forte demais…..As vezes é necessário modificar os elementos da mudança para adequar à situação paralisante vivida pelas pessoas, até com envolvimento dos níveis superiores, para que sintam confiança no processo e passem a contribuir.

Resistência Organizacional.….É um tipo de mudança que se observa quando toda a empresa mostra-se contrária à mudança, em geral, por observar os mensageiros da mudança serem demitidos.  Ela acontece também quando a organização como um todo está comprometida com certas convicções, geralmente institucionalizadas e comunicadas pela liderança da empresa, como relatórios para fechar a semana e outros normas internas rígidas.  Para lidar com esse resistência significa trabalhar com a liderança da empresa, explorando as razões por trás dessa resistência, a necessidade de mudança e a criação do “OQEGCI”…Além disso, onde existe resistência organizacional, é aconselhável “compartilhar as riquezas” e tentar adequar as mudanças a esta situação. Por exemplo, quando alguém diz “já tentamos isto antes”….perguntar o que foi tentado, procurar descobrir por que não deu certo e tentar envolver o resistente em uma nova tentativa.

(Fonte: A Revolução Seis Sigma, de George Eckes)

A RELAÇÃO ENTRE MUDANÇAS E RESULTADOS DA EMPRESA

…. “se você continuar fazendo o que sempre fez, vai continuar obtendo o mesmo resultado….nada vai mudar”…. se a situação do mercado é restritiva, você terá que adotar novos processos de trabalho para enfrentá-la. Isso envolve mudanças em marketing, vendas, processos, gestão, gente.  Não é hora de tirar o marketing e vendas de campo e sim de focar mais e continuar a investir. Pessoas bem treinadas ajudam a buscar resultados. Em vez de demitir, treinar mais, capacitar.   Processos, custos e estoques devem ser revisados e adequados às condições da empresa, para que os preços continuem competitivos. Deve-se dar maior atenção aos clientes, para mantê-los, mesmo que isso signifique descontos, prazos mais elásticos, novas negociações.   Sem mudanças na sua empresa, como irá fazer isso ?

CLIQUE AQUI E SOLICITE UMA APRESENTAÇÃO EM SUA EMPRESA

Tel (11) 2476-1230 ou 2476 – 1240

Autor : Prof.João Mariano de Almeida, administrador de empresas, com pós em RH e mestrando em Gestão de Negócios, atuando desde 1981, em T&D (para formar e reciclar lideranças) e produtividade pessoal (redução dos ciclos das atividades). 

Também desenvolve Projetos de Melhorias dos Resultados (PMR),focando marketing-vendas, compras-estoques, produtividade-processos, redução de custos-desperdícios, nas empresas familiares. Em RH, forma multiplicadores nos processos de  avaliar desempenho, rever funções, atividades, responsabilidades, autonomia. É autor do kit de áudiolivros “As 10 Dicas para o Sucesso da Empresa Familiar”  e consultor da Métodos Consultoria Empresarial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top