(11) 4116-1047

(11) 99115-7707

R. Fernando de Albuquerque 31 - cj. 42

atendimento@metodosweb.com.br

UMA BOA COMUNICAÇÃO MELHORA RESULTADOS

Consultoria Empresarial e Gestão  

A frase mais conhecida do público é “quem não se comunica, se trumbica”, eternizada pelo apresentador “Chacrinha”, que traduz o que uma empresa ou empresário deve fazer para ter bons resultados em seus negócios.

 A COMUNICAÇÃO INTERNA E A EXTERNA

 Nas empresas existe a comunicação interna e a externa. A interna foca o relacionamento com os colaboradores, normas e procedimentos, levantamentos e discussões e tudo mais que envolva o relacionamento interpessoal no trabalho.  A externa, é o canal entre empresas, produtos, serviços com os clientes e mercado.

 Seja interna ou externa, a comunicação deve ser bem feita, para que atinja o público alvo, sejam colaboradores ou clientes atuais e potenciais.

 No caso da externa, deve ir além e criar um diferencial competitivo para que a empresa se sobressaia entre as concorrentes.

 OBJETIVOS DA COMUNICAÇÃO E MÍDIA

 A comunicação também pode ter objetivos pontuais, como informar novos dirigentes, novas instalações, novo endereço, novos equipamentos, promoções especiais, campanhas e até mesmo uma atividade social ou de cidadania.

 Definindo seu objetivo, passa-se a definir a forma ou a mídia a ser usada, que pode ser um simples telefonema, um anúncio em jornais ou revistas, placas, folhetos, folders, cartas, mala direta, rádio, TV, internet e outros meios que possam atingir o público-alvo.

 TIPOS DE COMUNICAÇÃO

 1.verbal…linguagem falada ou escrita….todos os textos que são expostos em site, portais, e-mails, correspondências, apresentações, contratos….o cuidado deve ser redobrado, para ter síntese, clareza e fácil entendimento das mensagens desejadas…as palavras significam 10% da mensagem entendida, enquanto o tom de voz 40% da mensagem…” dizer eu te amo” gritando e xingando…menos ainda…..De uma forma carinhosa, vai a 50%…..

 2.não verbal…..os gestos, posturas, expressões faciais, silêncios…fazem parte dessa forma de comunicação, que chega a mais de 50% de importância na transmissão da mensagem.Também se comunica ao estalar os dedos, levantar os ombros, piscar um olho, levantar as sobrancelhas, bater os dedos na mesa, passar as mãos nos cabelos, cruzar os braços, esfregar as mãos……

 3.comunicação a dois….pessoais ou profissionais, entre pessoas, onde a qualidade da mensagem depende do emissor (a forma como emite) e do receptor (a forma como recebe).  A displicência do emissor (quem passa a mensagem), linguagem inadequada, forma incorreta faz com que o receptor receba a mensagem distorcida. Da mesma forma, se o receptor não tiver os canais abertos (escuta ativa), interesse real, participação efetiva, também não vai entender a mensagem completa e poderá até filtrar (aumentar) por conta própria o recado que foi dado e a “tartaruga vira um jacaré”.  O chamado “telefone sem fio”,onde uma mensagem é passada de uma pessoa a outra e vai sendo distorcida, caracteriza essa comunicação entre pessoas.  

 4.comunicação em grupo….intragrupo (dentro do grupo) e intergrupos (entre grupos), deve ser clara e na linguagem mais adequada…é melhor reunir e falar pessoalmente, tirar as dúvidas e questionamentos, obter um feedback real e instantâneo dos fatos, do que simplesmente colocar um aviso na parede do refeitório ou cozinha….

 A Comunicação Consumatória, tem por fim exclusivo a troca com outro (“falar por falar”, o outro é percebido  como um sujeito ao encontro de quem se vai e com quem se deseja comunicar). Ex: duas vizinhas comentando o movimento da rua, amigos que se encontram na padaria aos domingos e comentam o futebol e política.

 A  Comunicação Instrumentalé sempre utilitária e comporta sempre segundas intenções. A troca com o outro é procurada, preparada e estabelecida.  Ex: slogans de propaganda política, mensagens publicitárias.  O outro é percebido como um objeto a explorar, a seduzir, com o objetivo de assegurar ganhos e satisfazer interesses.

 BARREIRAS NA COMUNICAÇÃO

 1.Filtragem…o emissor emite a mensagem A,B,C…..o receptor recebe apenas A,B…parte da mensagem….a estória vai sendo cortada ou aumentada durante sua transmissão verbal…..em vez de ouvir o que as pessoas dizem, ouvimos apenas o que queremos ouvir, o resto filtramos, isto é, não deixamos passar….

 2.Ruídos…..o emissor emite a mensagem A,B,C…..o receptor recebe como X,Z, totalmente distorcida ou mal interpretada….o ambiente tem ruídos que afetam a recepção da mensagem (ar condicionado, do trânsito, equipamentos) e as pessoas devem ter o cuidado de passar mensagens reforçando o feedback para ter certeza que foram entendidas. 

 3.Bloqueios…..o emissor emite a mensagem A,B,C…..o receptor não recebe a mensagem por interrupção ou não é captada….Alguns bloqueios podem ter origem no preconceito, exemplo, conversar de sexo com os filhos…..

 Os filtragens, ruídos e bloqueios provocam ressentimentos, que às vezes duram longo tempo, criando inimizades e afetando resultados dentro do trabalho. 

(fonte: Curso Liderança e Motivação, da PDE Projetos para Desenvolver Empresas e Pessoas).

 A estória “as PENEIRAS”, abaixo mostra como alguém pode evitar que hábitos ruins sejam adquiridos pelos colaboradores na comunicação em sua empresa….

 – Dona Flora foi transferida de um departamento na empresa em que ela trabalhava. Para fazer média com seu novo chefe, logo no primeiro dia foi dizendo…Chefe, o senhor nem imagina o que me contaram a respeito do Rafael…Espere um pouco, Dona Flora…o que vai me contar já passou pelas três peneiras ?….Peneiras ? que peneiras, sr.Roberto ?……a primeira é a da verdade. Tem certeza que esse fato é “absolutamente verdadeiro”?…..Não! Como posso?……o que sei foi o que me contaram…mas acho que…..Então sua estória já vazou pela primeira peneira. Vamos à segunda, que é a da bondade…O que vai me contar é alguma coisa que gostaria que os outros falassem a seu respeito?   Claro que não!  Deus me livre!….Então essa estória vazou pela segunda peneira. Vamos ver na terceira, que é a da necessidade.  A senhora acha mesmo necessário me contar esse fato ou mesmo passá-lo adiante ?….Não chefe !…passando por essas peneiras vi que não sobrou nada mesmo do que eu ia contar…..

 E Dona Flora se despediu com outro nível de consciência do que falar ou não, sem prejudicar alguém.

 Já pensaram como as pessoas seriam mais felizes se usassem sempre essas três peneiras ?

 Sempre que surgir um boato, passem-nos pelas três peneiras, antes de obedecer ao impacto de passá-lo adiante.

 Sugerimos acessar nosso site de consultoria empresarial e baixar o E-book Noções Práticas de Chefia e Liderança, onde existem algumas orientações práticas para as lideranças trabalhar conceitos junto aos colaboradores.

 Autor :  Prof.João Mariano de Almeida, administrador de empresas, com pós em RH e mestrando em Gestão de Negócios, atuando desde 1981, em T&D (para formar e reciclar lideranças) e produtividade pessoal (redução dos ciclos das atividades). 

Também desenvolve Projetos de Melhorias dos Resultados (PMR),focando marketing-vendas, compras-estoques, produtividade-processos, redução de custos-desperdícios, nas empresas familiares. Em RH, forma multiplicadores nos processos de  avaliar desempenho-rever funções-atividades-responsabilidades-autonomia. É autor do kit de áudiolivros “As 10 Dicas para o Sucesso da Empresa Familiar”  e consultor da Métodos Consultoria Empresarial. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top